Seja Bem-Vindo. Hoje é

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Para onde você vai?



Na nossa roda de chimarrão com Jesus estávamos conversando sobre para onde vamos logo após a morte. Será que logo após a morte vamos para o céu ou será que a nossa alma fica dormindo até o dia da ressurreição dos mortos? Você já teve dúvidas sobre isso? Parece bobo questionar não é mesmo? Afinal que diferença fará saber, pois, já estaremos mortos mesmo! Mas tudo bem, é bom falarmos sobre isso porque com as dúvidas é que realmente buscamos a resposta e aprendemos o que a Palavra de Deus nos quer ensinar.
Vamos ver então o que descobrimos à luz da Bíblia. A primeira coisa que já sabemos, inclusive a ciência prova isso, é que o corpo humano volta à terra, pó ao pó. É o que está registrado em Gênesis 3.19:
“Com o suor do seu rosto você comerá o seu pão, até que volte à terra, visto que dela foi tirado; porque você é pó, e ao pó voltará.”
E nesse estado de pó o nosso corpo continua até a ressurreição do último dia (Jó 19.25-27; João 11.24). Na natureza acontece uma metamorfose, uma transformação natural com todas as coisas materiais. Ocorre, na verdade, uma constante composição e decomposição química. Isso também acontece com o nosso corpo. A alma desencarnada, espiritual, não se dissolve, nem é absorvida pela essência de Deus e não se torna parte de Deus. A alma como espírito criado, continua a existir como pessoa. Veja o que Jesus disse ao malfeitor na cruz: “Eu lhe garanto: Hoje você estará comigo no paraíso”. (Lucas 23.43). E também na história do rico e do Lázaro vemos que a identidade da pessoa permanece após a morte (Lucas 16. 22,23). Vejam o que Paulo disse: “desejo partir e estar com Cristo, o que é muito melhor” (Filipenses 1.23).
Assim descobrimos que a nossa alma fica separada do corpo até que volte a ser unida com o corpo físico no último dia. “Pois está chegando a hora em que todos os que estiverem nos túmulos ouvirão a sua voz e sairão”(João 5.28,29). Concluímos então que o nosso corpo vai ser restaurado e unido à alma novamente.

E finalmente... vamos à pergunta que mais nos intrigou:
Onde ficam as almas logo após a morte?
Podemos citar vários textos bíblicos que afirmam que no momento da morte, as almas dos crentes (aqueles que crêem em Jesus como seu Salvador) vão direto para o céu. Jesus disse ao malfeitor que naquele mesmo dia ele estaria no paraíso. Estevão disse na hora da sua morte: “Senhor Jesus, recebe o meu espírito!” (Atos 7.59). Todo aquele que morre crendo no Senhor é bem-aventurado “desde agora” (Apocalipse 14.13). Paulo quando disse que desejaria estar com Cristo acrescenta que é “incomparavelmente melhor” (Filipenses 1.23,24). E quanto aos incrédulos suas almas estão em prisão (1Pe 3.19-20). A Bíblia se refere a Judas dizendo que foi para o seu “devido lugar” (Atos 1.25). A história do rico e do Lázaro também mostra que o ímpio, depois da morte está em tormento (Lucas 16.23). As almas permanecem no céu ou no inferno até o dia do juízo, quando serão reunidas com seus corpos. Os crentes verão a Deus (Jó 19.26), e os incrédulos irão de corpo e alma ao tormento eterno (Mateus 10.28).
Muito claro não é mesmo!

Mas, ainda temos uma dúvida.
E aquelas passagens que se referem “aos que dormem” o que será que elas querem dizer?
I Tessalonicenses 4: 13-17. “Irmãos, não queremos que vocês sejam ignorantes quanto aos que dormem, para que não se entristeçam como os outros que não têm esperança.”...

I Coríntios 15: 51-57. “Nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados,  num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta.”

João 11:11. “Depois de dizer isso, prosseguiu dizendo-lhes: “Nosso amigo Lázaro adormeceu, mas vou até lá para acordá-lo”.

Bem, pesquisando a respeito descobrimos que tanto Jesus como Paulo trata os mortos como "os que dormem". Esta expressão era uma palavra de consolo para os irmãos tessalonicenses. Esta descrição é bastante consoladora, pois realça que a morte é um estado temporário, durará apenas pouco tempo. Assim como quem dorme acordará, também quem está morto ressuscitará (1 Coríntios 15:21-22). A morte e a ressurreição de Jesus são a garantia também da nossa ressurreição. Pois no último dia todos serão ressuscitados, Paulo fala aqui apenas dos "mortos em Cristo", ou seja, daqueles que morrem crendo em Jesus (I Tess 4:16). O verdadeiro consolo é que a morte física dos fiéis não tira deles o galardão. De fato, quando Cristo voltar, eles ressuscitarão primeiro e virão em sua companhia para buscar os fiéis que ainda vivem (I Tess 4: 14-18).
Muito esclarecedor não é mesmo!

Fonte: Bíblia Sagrada
Sumário da Doutrina Cristã

Por Michele Abeldt Schumacker.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação.