Seja Bem-Vindo. Hoje é

domingo, 11 de março de 2012

Religião x Evangelho

Evangelho é “o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê” (Romanos 1.16).
Religião é o poder do homem para a perdição de todo aquele que não crê.
O Evangelho atrai as pessoas a Cristo; a religião afasta as pessoas de Cristo.
O evangelho faz com que os pecadores se sintam bem à presença do cristão; a religião faz com que os pecadores se sintam mal à presença dos religiosos.
Evangelho tem o poder de produzir “Amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio” (Gálatas 5.22-23), que são frutos do Espírito Santo.
Religião tem o poder de produzir medo, opressão, incerteza, ódio, ira, julgamento, condenação, exclusão, desamor etc, que são frutos produzidos por força humana.
Evangelho mostra o que Deus fez para a salvação do ser humano; religião ensina o que o homem deve fazer para sua salvação.
Evangelho significa boa nova, bom anúncio, boa mensagem, boa notícia. A notícia é boa mesmo, porque tem o poder de causar um resultado excelente na vida das pessoas.
Religião significa religação com o divino por meio de esforços humanos. Por esse motivo ela não pode causar um resultado excelente na vida dos indivíduos, visto que a tentativa humana de se reconciliar com Deus sempre resulta em fracasso.

Para meditar
Você conhece pessoas que antes de se tornarem religiosas eram pessoas legais, mas que depois da “conversão” se tornaram intoleráveis?
Quando estavam lá no mundo, encharcados pela lama do pecado, cometendo tudo quanto é tipo de iniqüidades, eram pessoas boas, amáveis, legais, amorosas, se relacionavam e ajudavam o próximo e faziam muitas coisas boas.
Mas no momento em que se converteram tornaram-se vazias de amor, sem alegria, sem paz, tornaram-se julgadoras, orgulhosas e arrogantes, cheias de justiça própria.
Quando estavam no mundo ainda conseguiam amar, mas ao entrarem numa igreja aquele pouco de amor que restava no coração foi apagado.
É isso o que a religião faz com as pessoas. Ela afasta, causa divisão, exclui, julga, cria um mundo à parte das pessoas.
Mas esse não é e nunca foi o espírito do evangelho. O evangelho de Deus produz aproximação, união, aceitação, perdão, comunhão e salvação. Só coisa boa.
A religião piora as pessoas porque se baseia em obras humanas imperfeitas, ao passo que o evangelho melhora os indivíduos porque se baseia na obra perfeita de Cristo.
A religião é uma prisão de consciências; o evangelho é o poder libertador de Deus.
“Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Permanecei, pois, firme e não vos submetais, de novo, a julgo de escravidão” (Gálatas 5.1).
“Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres” (João 8.36).

Em nome do Senhor Jesus, amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação.