Seja Bem-Vindo. Hoje é

quinta-feira, 1 de março de 2012

Vencer na Vida

A expressão “vencer na vida” é muito conhecida e utilizada por todos nós. Quem já não a ouviu ou a pronunciou?
Qual é o significado de vencer na vida? Quando uma pessoa vence na vida? O que é preciso fazer para vencer na vida?
Os pais ficam orgulhosos quando seus filhos vencem na vida. Igualmente, para os filhos é motivo de orgulho ter pais que vencem na vida. A sociedade admira e tem boa consideração pelas pessoas que vencem na vida. A televisão, a rádio, os jornais, as revistas, a internet, todos os meios de comunicação constantemente divulgam matérias sobre pessoas que vencem na vida.
Os filhos dizem a respeito dos pais: - “Admiro muito meus pais. Quando eles casaram não tinham nada, eram muito pobres, não tinham nem onde morar. Mas, devido ao grande esforço e trabalho conseguiram vencer na vida. Hoje eles têm uma casa muito boa, têm um carro bom, têm um sítio que vale dinheiro, têm uma profissão valorizada, e ganham muito bem”.
Os pais falam sobre seus filhos: - “Somos muito orgulhosos de nossos filhos, porque todos eles hoje são alguém na vida. Um é médico, outro é engenheiro. A filha casou-se com um homem rico. A outra filha é dona de uma empresa, ganha muito dinheiro. Todos eles nos dão muita alegria, porque venceram na vida”.
Os meios de comunicação adoram fazer reportagens de pessoas que vencem na vida. Falam do presidente Lula, que saindo de uma família pobre e sendo um simples trabalhador braçal tornou-se um dos maiores presidentes da nação brasileira. Falam do Rei Pelé, que de um menino pobre transformou-se no maior jogador de futebol de todos os tempos. Falam de Bill Gates, que do anonimato subiu ao posto de homem mais rico do mundo. Falam de Michael Jackson, o cantor norte americano mais famoso de todos os tempos.
Para o pensamento humano a expressão vencer na vida significa conseguir fama, sucesso, posição social, títulos acadêmicos, bens materiais e dinheiro. Vencer na vida significa ser melhor, ser maior, ser mais forte, ser mais inteligente, ser mais rico, ser mais importante. Significa ter poder, ter dinheiro, ter posses, ter conforto, ter segurança. Vencer na vida, para o mundo, significa riqueza e glória.
Um dia, duas senhoras se encontraram depois de um logo tempo sem se verem. Uma perguntou a outra: - “Como está a sua família?” A resposta foi a seguinte: - “A minha família está muito bem, todos se deram bem na vida. Eu e meu marido temos uma casa muito bonita na cidade, temos bons empregos, temos carros, e conseguimos comprar uma fazenda cheia de gado. Meus filhos estão bem encaminhados; um é doutor, outro é fazendeiro, outro é comerciante e o último foi aprovado em primeiro lugar no vestibular. Por todas essas coisas estou muito contente e orgulhosa de nossa família, pois conseguimos vencer na vida.”
Por outro lado, pessoas que não conseguem essas realizações, ou seja, que não conseguem vencer na vida, ficam frustradas, tristes e desanimadas. Passam a vida toda lutando e tentando vencer na vida, porque para o mundo vencer na vida significa ganhar dinheiro, ter posses materiais, conforto, vida financeira boa e segurança material. Quem não gostaria de poder construir uma casa bonita, comprar um carro bom, passear a qualquer lugar, arrumar um emprego com um bom salário, comprar uma propriedade, ganhar muito dinheiro? São coisas buscadas com desejo intenso pelas pessoas. Para vencer na vida muitos perdem a paz, a saúde, prejudicam o relacionamento com a família e amigos. Fazem de tudo. Até agem com desonestidade, pois vencer na vida se torna um objetivo a ser alcançado a qualquer preço.
A nossa sociedade valoriza mais as pessoas que vencem na vida. Quem vence na vida é colocado numa posição superior, recebe um tratamento melhor, é mais valorizado, é mais respeitado, é mais premiado, é mais elogiado, é digno de honra. A eles a sociedade oferece os melhores lugares, as melhores posições, as melhores oportunidades. Já as pessoas que não vencem na vida são postas numa posição inferior, são discriminadas, são menos valorizadas, são menos respeitadas. Por serem desqualificadas, não recebem honra.
Assim estabelece-se uma separação na sociedade: acima, ficam aqueles que vencem na vida; abaixo, aqueles que não conseguem vencer na vida.
O vencer na vida, segundo o mundo, está relacionado com o esforço humano, as qualidades e capacidades humanas, as habilidades de cada indivíduo, a quantidade de bens ou dinheiro que cada um conquista. O vencer na vida, conforme o mundo entende, está relacionado com poder humano e realizações terrenas. Por isso que valorizamos tanto os melhores, os mais fortes, os que possuem mais qualidades.
Quem não vence na vida é considerado inferior, fraco, sem qualidades e capacidades. Esse é o pensamento humano a respeito de vencer na vida. É baseado na força do ser humano.

Todavia, para Deus vencer na vida é algo diferente.
No livro de Isaías 55.8-9 está escrito: “Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o Senhor, porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos.”.
A tendência do ser humano é ajuntar tesouros para esta vida. Com sua visão limitada e corrompida pelo pecado consegue apenas visualizar o pequeno período de tempo em que vive neste mundo. Por isso que valoriza muito as coisas do mundo.
Mas Deus, não. Deus tem em mente a eternidade, porque ele é eterno e o homem possui uma alma eterna. O homem julga segundo as aparências; Deus julga segundo o coração. O homem valoriza as realizações terrenas; Deus valoriza as realizações espirituais. O que tem muito valor para o homem pode não ter valor algum para Deus, porque assim como os céus são mais altos do que a terra assim também os pensamentos de Deus são mais altos do que os pensamentos o homem.
O plano de Deus no que diz respeito a vencer na vida tem significado completamente diferente. Para Deus, o ser humano Vence na vida quando encontra a VIDA ETERNA, a SALVAÇÃO da alma, o PERDÃO dos pecados. No plano divino vencer na vida significa ser resgatado do império das trevas e ser transportado para a MARAVILHOSA LUZ. Vencer na vida, segundo os pensamentos de Deus, é ter CRISTO como salvador. É se alegrar com o presente da salvação que Cristo conquistou para o pecador. É saber que o pecado, o mundo, o inferno e o diabo não têm mais poder sobre nós, porque o sangue de Cristo nos purifica de todo mal.
Em Romanos 8.35-39 a Bíblia diz: “Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada? Como está escrito: Por amor de ti, somos entregues à morte o dia todo, fomos considerados como ovelhas para o matadouro. Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor”.
Vencer na vida, de acordo com o pensamento de Deus, é descobrir que “Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não imputando aos homens as suas transgressões” (2 Coríntios 5.19). Descobrindo e recebendo essa verdade pela fé, ninguém pode separar o pecador de Cristo e da vida eterna!
Ao findar a breve existência aqui na terra todas as nossas realizações pessoais morrem e caem no esquecimento. Por mais grandiosas e valiosas, por mais qualificadas e veneradas, por mais fortes que elas sejam, ao final sobrevindo a morte tudo acaba.
Mas a vida da alma não acaba, a alma não morre. A alma do ser humano é imortal, é indestrutível. Foi para a salvação dessa alma que Cristo foi sacrificado na cruz do calvário.
A salvação da alma é o bem mais valioso e mais importante do mundo. É a maior realização da História. A salvação da alma não é realização do ser humano, mas obra exclusiva de Deus realizada por intermédio de Cristo Jesus.
Quem tem esse presente pode se considerar um vencedor. Vencer na vida é estar sob a proteção de Cristo, é confiar e ter certeza da VIDA ETERNA. Vencer na vida é colocar a esperança no porvir, não nesta vida terrena passageira.
O próprio salvador Jesus disse, em Mateus 6.19-20: “Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam;”.
Para quem deposita sua esperança em Cristo, a Sagrada Escritura tem as seguintes promessas:
Apocalipse 2.7: “... Ao vencedor, dar-lhe-ei que se alimente da árvore da vida que se encontra no paraíso de Deus.”
Apocalipse 2.11: “... O vencedor de nenhum modo sofrerá dano da segunda morte.”
Apocalipse 2.17: “... Ao vencedor, dar-lhe-ei do maná escondido, bem como lhe darei uma pedrinha branca, e sobre essa pedrinha escrito um nome novo, o qual ninguém conhece, exceto aquele que o recebe.”
Apocalipse 3.5: “O vencedor será assim vestido de vestiduras brancas, e de modo nenhum apagarei o seu nome do Livro da Vida; pelo contrário, confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos.”
Apocalipse 3.12: “Ao vencedor, fá-lo-ei coluna no santuário do meu Deus, e daí jamais sairá; gravarei também sobre ele o nome do meu Deus, o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém que desce do céu, vinda da parte do meu Deus, e o meu novo nome.”
Apocalipse 3.21: “Ao vencedor, dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono, assim como também eu venci e me sentei com meu Pai no seu trono.”
Apocalipse 21.7: “O vencedor herdará estas coisas, e eu lhe serei Deus, e ele me será filho.”
Vencer na vida significa ganhar todas essas coisas, que somente podem ser encontradas pela fé em Cristo Jesus. O salvador Jesus mesmo, em certa ocasião, disse aos seus discípulos: “Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela que subsiste para a vida eterna, a que o Filho do Homem vos dará; porque Deus, o Pai, o confirmou com o seu selo” (João 6.27).
Em outra ocasião Jesus também disse: “... alegrai-vos, não porque os espíritos se vos submetem, e sim porque o vosso nome está arrolado nos céus.” (Lucas 10.20). Nessa oportunidade os discípulos estavam muito alegres pelos poderes que haviam recebido para fazerem a obra de evangelização. Ao se alegrarem por causa deles, Jesus disse-lhes que mais importante do que esses poderes recebidos era o fato de que seus nomes estavam arrolados nos céus, no LIVRO DA VIDA.
Por tudo isso os pais devem ficar alegres não porque seus filhos conseguiram ser alguém na vida, arrumaram um bom emprego, ocupam uma posição de destaque na sociedade, têm alguma formação acadêmica, possuem qualidades e capacidades superiores a outros, são fortes, bonitos, inteligentes, têm dinheiro e bens materiais. Essas coisas eles podem ter e ser, porém, os pais devem se alegrar muito mais porque o nome de seus filhos está arrolado nos céus.
Por tudo isso os filhos devem se orgulhar dos pais não porque eles são alguém na vida, porque são ricos, importantes para a sociedade, por causa das suas realizações terrenas, mas sim porque o nome deles está arrolado nos céus.
Por tudo isso devemos ficar alegres não por causa daquilo que podemos conquistar com nossos esforços pessoais, com nossa capacidade humana, com a força da nossa inteligência, com as qualidades das nossas obras. Não! Cristo diz que devemos nos alegrar muito mais porque os nossos nomes estão arrolados nos céus.
Todas as nossas realizações humanas acabam um dia, de nada nos aproveitará na hora da nossa morte; mas a realização da obra salvadora de Cristo na cruz do calvário não acaba nunca; é um bem que nos acompanhará eternamente. Essa realização de Cristo é magnífica, é gloriosa, é grandiosa demais. Essa realização permanece para a vida eterna, e não pode ser conquistada por nossas qualidades pessoais. Somente Cristo pode nos dar.
A Bíblia diz que “... pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie.” (Efésios 2.8-9).
Todas as nossas realizações humanas se separam de nós quando morremos. Em muitos casos até mesmo antes da morte as perdemos. Mas a salvação da alma, conquistada por Cristo, jamais se separa de nós. Ela permanece para sempre.
Confiante nessa verdade, quem crê em Jesus pode falar como o apóstolo Paulo falou em Romanos 8.37-39: “Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor”.
Vencer na vida para nós tem um significado; para Deus tem outro completamente diferente. Para nós está relacionado com o que nossa capacidade pessoal é capaz de fazer; para Deus diz respeito ao que somente Cristo foi capaz de realizar em prol do pecador. Valorizamos mais as pessoas por causa de suas qualidades individuais; Deus as valoriza por causa do seu amor eterno.
A Bíblia ensina que vencer na vida é ter o perdão de pecados e a salvação da alma. É estar com o nome inscrito nos céus, no Livro da Vida.
Essa deve ser a maior alegria na vida de uma pessoa.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação.